Sonhando Acordada!...


Na calada da noite,
quando tudo dorme,
minhas lembranças correm desenfreadas...


Por um momento
sinto o teu cheiro
e o doce murmúrio de tuas palavras...


Sinto o teu toque suave
a deslizar por meu corpo.
Sinto cheiro de amor no ar,
sinto tudo o que quero sentir!


E, de repente, uma corrente de ar
arrepia meu corpo
e me estremece por inteiro,
me fazendo compreender,
que é hora de acordar
para a realidade que não quero ver:
-Você se foi e não vai mais voltar!...




Autora: Simone Borba Pinheiro 
Data: 11/11/2002