Reaprendendo a Amar



Passo a passo, lentamente,
restabelecendo a confiança,
renovando as expectativas,
destravando os lábios
selados pelo medo de
novamente perder
mais um amor que
chega assim, alegremente
e se instala sem pedir licença,
e vai delicadamente,
vencendo todas as barreiras
para chegar até meu coração,
quase irredutível.
 


Um amor assim tão carinhoso,
conquistando com ternura
meu coração sonhador,
tão carente de amor.
E com o passar dos dias,
quando o sol se esconde,
já não tenho mais medo
da escuridão da noite
que sorrateira, se aproxima,
pois estou nos braços
de um novo amor,
reaprendendo a amar.
 

 


Autoria: Simone Borba Pinheiro
Data:05/10/03