Mangueira, Escola Querida!

Deslizando na avenida, lá vem ela,
um tapete verde e rosa de emoção.
Esta é a minha escola querida,
Mangueira do meu coração!

Comissão de frente anuncia faceira,
o espetáculo que está por vir,
é energia no ar, é Mangueira,
os aplausos daqui, posso ouvir.

No carro abre alas, que alegria,
é a energia em cata-ventos a girar.
Posso imaginar toda a magia
dos moinhos de minha terra a rodar.

O rosto da passista é só sorriso
Mestre sala e Porta Bandeira a rodopiar.
Bateria nota 10, toque preciso
e a rainha, mostra que sabe sambar.

Grandes ícones do samba estão presentes,
de ponta a ponta, na avenida, a desfilar.
E, mesmo aqueles que se fazem ausentes,
sabem que este ano, a Mangueira vai "bombar"

É energia no ar, é Mangueira,
abram alas que a verde e rosa vai passar,
e a velha guarda ao final, faceira,
encerrando o desfile a festejar...


Autoria: Simone Borba Pinheiro
Data: 06 / 02 / 05

OBS: Som de fundo é presente da querida amiga

Efi, da Távola Literária

http://www.saladepoetas.eti.br/index2.htm