Lembranças do Interior


Daquela pequena cidade
onde nasci e cresci,
restam as boas lembranças
do tempo em que lá vivi.


Nas matinês de domingo,
levada por meu irmão,
também iam os amigos
pra torcer pelo Sansão.


Papai sempre nos dava
dinheiro para comprar,
as entradas do cinema
e balas para chupar.


Meu irmão sempre brigava
para na primeira fila sentar.
Ali, eu não enxergava
e não queria ficar.


E quando o filme acabava,
os pés batiam no chão
e o lanterninha gritava:
-Acabou a sessão!


Tenho boas lembranças
do tempo em que lá vivi,
do tempo em que era criança
e depois amadureci.

 


Autoria: Simone Borba Pinheiro
Data: 17/ 03/ 03

 



 

 

 




 

setstats