Cicatrizes da Alma


Amar profundamente, eu gostaria,
mas logo no primeiro olhar
meu corpo todo treme e trava,
e minha razão se nega a entender
os suplicantes pedidos de meu coração.

Não sei o que acontece com minha alma,
quando se depara com o amor abertamente,
tudo fica esquisito, meio duvidoso,
e a desconfiança me cega por completo,
colocando um cadeado em meu coração.

Em algum momento deste meu passado,
transcendental e enigmático,
sei que de amor, muito padeci!
Não sei ao certo tudo o que passei,
mas por ver a dor que sinto
quando nisso penso, posso imaginar
o tamanho do atroz sofrimento.

E, nessa amarga reflexão entendo,
que as feridas me marcaram profundamente,
cicatrizando aos poucos, de dentro pra fora,
mas deixaram em mim grandes sequelas,
que todos conhecem por cicatrizes da alma!


Autoria: Simone Borba Pinheiro
Data:26/ 11/ 03

 

**Tube de fundo by Tyna Reagen**