Amor aos Pedaços


Tal qual dois ladrões, 
aqui estamos,
sob a égide da noite silenciosa,
roubando beijos, roubando sonhos
desta vida ilusória
que traçou nossos destinos assim:
Tão distintos, tão separados.

Contrariando as regras do destino,
nos unimos no anonimato e 
fizemos cada momento,passado juntos, 
ser valioso, único!

Nossas vidas, antes tão monótonas,
são hoje, recheadas de aventura,
viciadas num amor, carente de nós dois.
É triste, muito triste pensar,
que esse amor, tão alegre,
jamais sairá das sombras,
existirá somente entre nós dois
pois, você tem uma vida, antes de mim e,
eu jamais pedirei que se desfaça dela
por mais que me doa o coração.

Quero apenas, de alguma forma,
ser feliz com você, por isso,
aceito de bom grado,
esse amor aos pedaços, 
que você me dá!


Autoria: Simone Borba Pinheiro
Data: 19 / 10 / 03