Autores de "E" a "M"

 

 

Meu Brasil
Efigênia Coutinho

A poesia gagueja e nega
Acorda Brasil, de tantas
frustradas tentativas, vou
perdendo a sensatez, um
porto sem ritmo, uma luta
sem aliados, uma realidade
inventada, brigam por um
renascimento digno de vida!

Acorda Brasil, mas coragem
milhões de corações prisioneiros!
O homem demora entender quém
segue na frente, não convence a gente!
Minha coragem é privar meus versos
do gosto do nada sobre o gosto
te ti MEU BRASIL!

Balneário Camboriú SC
Junho de 2006



Justiça Brasileira
Eme Paiva

Senhora, nunca foste tão indigna de confiança!...
Porque cega deves ser, não tua espada,
assim como, infiel, tem sido o fiel de tua balança!
És fraquíssima, senhora, se tua espada
aos grandes crimes e aos perversos não alcança!
És fragérrima, Senhora, se à canalhada,
se esquiva de pesar, tua balança!
És injusta, senhora, se és usada
E contra o crime certo e evidente, não te lanças!
És pior, quando és manipulada,
amparando ao que não é de confiança!
Onde a venda com que tu te vendavas?
Vês? Vazaram-te os olhos, à própria lança!



Este é o Meu Brasil
Giovanni Leandro

De quem é a culpa? 
Dos Governantes?
Do povo?
Ou de um Brasil que não tem mais solução???
Eu Não Sei..... Este é o meu Brasil !!!

País sofredor, que carrega a esperança
de dias melhores e mais justo para todos ...
Eu não creio mais num País onde todos teremos igualdade, 
em todas as áreas...

Pois até mesmo o direto de ir e vir já perdemos e faz tempo .

Todos querem o lucro fácil, cuidando só de seus próprios 
interesses e depois é muito fácil jogar a culpa nos 
governantes. Será mesmo que eles são o culpados?

Será???

Como cobrar algo de alguém se muitos se vendem 
por muito pouco? Este é o meu Brasil onde muitos se vendem
Sim !!!

Por uma lata de tinta, uma cesta básica, um saco de cimento, 
uma conta de luz, 500 tijolos ou mesmo por favores políticos...

É muito fácil pegar a culpa de tudo e jogar nas costas de um lado só.
Estou com mais de trinta anos de vida 
e até o dia de hoje ninguém prestou e nem mesmo irá
prestar pois eu sei que quem entrar cuidará só dos 
seus próprios interesses deixando em segundo 
plano o bem estar deste Brasil tão sofrido, 
que passa ano e entra ano sempre acreditando 
em um Brasil mais justo para se viver....

Eu não espero mais, não sou mais criança 
para me iludir....

Mais também não vendo o meu voto que tenho direito, 
também NÃO anulo ou mesmo deixo de votar 
pois quem sabe, um dia alguns Brasileiros criam vergonha 
na cara e comecem a usar o poder do voto que é a única 
chance que temos de muda este Brasil, 
e não ficar a espera da boca de urna por dez ou vinte reais ....

Não troque seu voto por qualquer tipo de favor 
pois depois você vai ter que segurar o seu próprio erro....

Giovanni Leandro



Desejo de Paz

Glosando Delcy Canalles
Gislaine Canales

O desejo mais profundo,
que tenho na consciência,
é ver a paz neste mundo
em lugar da violência!

O desejo mais profundo,
Que nasce em meu interior,
me cerca e, dele, me inundo,
lutando em nome do amor!

Este doce sentimento
que tenho na consciência,
chora, em suave lamento,
ao ver morrer a inocência!

E o sonho que eu sonho, a fundo,
com carinho e muito ardor,
é ver a paz neste mundo
reinar, no lugar da dor!

Que a paz brilhe com fulgores
e que tenha resistência,
que brotem versos e flores
em lugar da violência!

www.gislainecanales.com



Desperta Brasil
Jorge Linhaça

Desperta ó povo adormecido
levanta-te do berço esplêndido
Seja teu brado enfim ouvido
aqui neste poético compendio 

Solta-te dos grilhões forjados
pelo descaso dos governantes
seja o grito de um povo cansado
enfim um brado retumbante

Faça ouvir a voz rouca das ruas
de companheiros a marchar
pelas aspirações minhas e tuas

Que seja a verdade nosso avatar
a verdade simples, nua e crua 
de que o povo não vai mais calar.



Acorda Brasil
José Ernesto Ferraresso

Enquanto há euforia, esquecemos as tristezas,
Quando existe alegria, esquecemos de tudo,
É um sentimento gostoso de ser sentido,
Um substantivo alegre e divertido.

Devemos sentir isso, pois faz parte da vida,
Não podemos deixá-lo perdurar para sempre,
Pois a tristeza é maior na nossa gente,
Gente sofrida que não sente a vida.

Acorda meu povo! que nada é Real,
Onde vivemos não tem nada igual,
O sofrimento de um povo que vive mal,
Mentindo, às vezes, faz da vida um Carnaval.

O povo sofrendo e um país regredindo,
Todos disfarçados estamos sentindo,
Nosso grito de Liberdade obstruído,
É hora de gritar bem alto para este nosso Brasil querido.

Acorda Brasil ! Avante povo sofrido!

15/06/2006



O Que é Ser Corrupto
Marcial Salaverry

Acorda Brasil, para vencer a corrupção,
e acabar com esta triste situação...
Pergunta-se quem age com corrupçção...
Quem é subornado é tão corrupto
quanto aquele que o subornou...
Quem se aproveita de uma situação,
ou que age por omissão...
Tanto o que oferece certas vantagens,
como aquele que as recebe...
É mais corrupto o que 
fecha os olhos e diz nada saber,
do que aquele que seu bolso,
ou sua cueca quer encher...
Ser ou não ser corrupto, eis a questão...
E o que impera, infelizmente, é a corrupção...
E para acabar com este estado de coisas,
é preciso mudar as coisas deste Estado...
Colocar a mão na consciencia na hora de votar,
para não ter que mais uma vez, tudo lamentar...
ACORDA BRASIL, MAS ACORDA, PÔ!!!!




Olhar brasileiro
Margaret Pelicano

Um olhar bem brasileiro,
vê florestas a perder de vista,
vê rios que parecem mar,
vê animais que não existem em outro lugar,
percebe a bondade quando ela passar;

Esse olhar tantas vezes humano,
sempre quer ajudar!
A qualquer gente, aos animais, 
quer as plantas vivifivar!

Observa o Atlântico tão soberbo,
jorrando espumas sobre pedras,
brincando com as crianças
que o querem abraçar...

Porém, esse olhar bem brasileiro mesmo!...
Ofende-se com a vida do menino carvoeiro,
com a escravidão que ainda existe em longe rincão,
com bóias frias, que trabalham por tostão
com desempregados... mais de milhão!

Triste olhar que queria ser suntuoso,
destilar gostoso o veneno da alegre malandragem
que rende vassalagem para as loiras,
ruivas e morenas passar...

Há 500 anos, colonização, monarquia, república...
esse olhar, não vê o sonho da liberdade concretizar!
Não sente a alegria da correta distribuição de renda!
Não pode sentir alegria com a extinção dos analfabetos...

Verifica a extensão da terra conquistada,
e pensa: não conquista igualdades sociais!
Ama seu país, cachoeiras e animais,
e sabe que é utopia imaginar outras toadas!

A sociedade se repete!
Por mais que se lute, os ganhos são infinitesimais!
- Perdeu a esperança, meu olhar brasileiro?
- JAMAIS!

Brasília - 11/06/2006



No Solo de Carnaval
María Cristina Aliaga Luna

Brasil, Brazil, como sean las letras que lleves
Como la riqueza de tu tierra al nacer
Asi te veo,vestido de diamantes Dios de ebano...

Brasil, de grande y suntuoso verdor
Riquezas antiquisimas que el blanco envidio
Hijos de la tierra, de los sin tierra

Yo brasileiro que tengo tu tierras em mis venas
Y corren por mi cuerpo tempestades de sueños
No he de flaquear en la cumbre,en los pasos
De la eterna busqueda del sueño libertario.

En la cima de la igualdad y de los ilusiones
De nuestros hijos que anhelan un futuro mejor
Que la historia jusgue a los opresores, a los
Que crucificam los anhelos de miles de ciudadanos,
A los que matan por poder y por un troso de terreno.

Entonces, llamo y me miro en el espejo
En ese espejo de aguas claras
En los diamantes que nunca vi
O que vi para entregar al extranjero.

Hoy estas herida de muerte patria querida,
Sangras por los cuatro costados
Y yo que se cuanta riqueza guardas
No logro entender el robo y la mesquindad
De los que suben al poder...por amor a ti...

Donde quedo tu riqueza, tus diamantes,
Tu enorme selva virgen y tan nuestra,
Donde han quedado los sueños ancestrales?

Volveras mi Brasil a ser el de ayer,
Aunque en ello se nos vaya la vida
Volveremos a reir por las calles
Y el hambriento leon algun dia
En algun minuto de cualquer año ha de partir
Y no dejaremos nacer otro exactamente igual
Porque la vida nos ha enseñado
Que el sueño de muchos no ha de morir
porque no solo somos carnaval, y fiesta
No solo somos sudor y explotacion
Somos un pueblo que lucha rie y llora
En pos de la justicia y la verdadera libertad

-Chile-



A Hora é de Ação Rápida
Mário Osny Rosa

Reeleição foi o mal da nação
Não caia nessa emoção.
Precisamos de renovação
Homens menos corrupção.

Está na hora do povo votar
Com o coração para não errar.
O nosso país renovar
Essa é a hora de mudar.

Os maus de pronto eliminar
Que venham homens decentes.
Que todos tenham em mente
Nosso Brasil melhorar.

Nesse momento imoral
Devolver toda a moral.
Que ficou no bacanal
Da ciranda nacional.

Um voto mais consciente
Naquele mais convincente.
O voto como instrumento
Nesse derradeiro momento.
São José/SC, 6 de junho de 2.006.

morja@intergate.com.br

www.mario.poetasadvogados.com.br