Nostálgica Canção


Ouvi-a novamente:
Aquela música,
aquela melodia,
aquela harmonia...


As notas combinavam-se tão perfeitamente...
Parecia até não ser real.
À cada acorde tocado,
eu sentia uma facada de nostalgia.


Lembranças vieram assim...em vão!
Expressões brincavam em meu rosto,
dependendo do pensamento que me ocorria,
dependendo da dor que me abatia!


No compasso da música, comecei a escrever.
Escrevi, errei, apaguei e reescrevi.
Nada me fez sentido!
Parecia inconseqüente...sem chão.


Parecia vazio, buraco de sentimentos.
Guardei a caneta e a borracha, mas não rasguei a folha...
Queimei-a com o fogo dos olhos,
escutando sempre ao longe, em um ruído,
o ressonar daquele expressivo violão!...



Autoria: Andréa Borba Pinheiro