Dói


Como dói a tua falta!
Falta de beijo,
falta de abraços,
falta de carinhos.


Como dói essa distância!
Milhas,
quilômetros,
dias...


Olho tua foto e não enxergo nada,
pois estás longe demais e minha visão não te alcança.
Essa vida me cansa.


Cansa tocar miragens,
perder os sonhos,
cansa deitar e não dormir
pois, o choro, é mais forte que o sono.


Desculpa se exijo o impossível
mas, tudo que peço, é tudo que preciso para viver,
para acalmar o tambor que retumba em pranto no meu peito.


Quero te amar do jeito certo.
Para tudo na vida tem um jeito.

 


Autoria: Andréa Borba Pinheiro