Apaga-me de Ti!


Apaga da tua memória os beijos que te ofereci.
Apaga do teu coração os carinhos que te dei.
Apaga de você todo o riso que contigo ri.
Apaga tudo, pois você foi embora, e eu fiquei.


Apaga o desenho no teu armário.
Apaga o "Eu e você" nele escrito.
Apaga minha imagem de todos os lugares.
Apaga as palavras carinhosas que eu havia dito.


Apaga do teu peito arfante os sentimentos de amor.
Apaga do teu braço a tatuagem com meu nome.
Apaga, mesmo que mentalmente,
O semblante do meu rosto no teu subconsciente.


Apaga e passa a borracha em tudo que passamos.
Pois foi tudo escrito à lápis.
Tínhamos medo de errar,
e escrevemos assim... somente coisas inúteis.

 


Autoria: Andréa Borba Pinheiro